quinta-feira, 26 de março de 2015

Se for pra ficar só...



Se for pra ficar só,
eu fico aqui, descalço, pensamentos
produzidos no meu jardim.
Se for pra dormir só,
eu durmo aqui, nas nuvens frias
ouvindo som tupiniquim.
Se for pra falar só,
eu falo aqui, comigo
numa viajem que não tem fim.
Se for pra olhar,
olho pra mim, elogios, me abraço, beijo enfim

Carlos Daliga