domingo, 29 de março de 2015

Vivo sozinho...



Vivo sozinho, tristonho!
Sem amor e sem paixão.
Vivo apenas de sonho.
Minha vida é uma ilusão.

Minha alma metade eu não encontro,
Eu não sei por qual motivo ou razão.
Tudo tem sido um triste desencontro,
Tudo tem sido uma enorme decepção.

Tanto eu tenho procurado, é verdade!
Mas realmente eu não sei o que aconteceu.
Ela simplesmente de mim se perdeu.

Mas cadê a minha alma metade?
Cadê? Loucamente te pergunto eu!
Ou ela nunca existiu, ou então ela já morreu.

Elcio Moraes