quarta-feira, 24 de junho de 2015

E prefiro seguir assim...

E prefiro seguir assim...
Com simplicidade, leveza na alma, sem muitas bagagens...
Prefiro seguir os caminhos onde mesmo sem ver, posso sentir a luz.
Gosto da sensação de liberdade, consciência tranquila e paz interior.
Não costumo adubar as tristezas, muito menos cultivar o rancor.
Tudo em mim dura o tempo necessário, seja na alegria ou na dor.
Célia Cristina Prado