segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Sigo sozinho...

Sigo sozinho
quando quero. 
Acompanhado, 
quando vale a pena.
Marcelo Vico