sábado, 7 de novembro de 2015

O amor não sente...

O amor não sente obrigações, 
não pensa em nada sobre seus problemas, 
tenta o que estiver acima de sua força, 
não defende desculpas para a impossibilidade;
para isso acredita que todas as coisas 
são legítimas por si mesmas e que 
todas as coisas são possíveis.
Thomas Kempis