domingo, 29 de novembro de 2015

Odeio quem me rouba...

Odeio 
quem me rouba 
a solidão sem em troca 
me oferecer verdadeira 
companhia.
Friedrich Nietzsche