Espinheira Santa


Espinheira Santa é um arbusto perene, que se assemelha ao azevinho, um arbusto muito utilizado como planta ornamental. Originária da América do Sul e muito presente na região sul do Brasil, a Espinheira Santa vem sendo utilizada a muito tempo pelos povos nativos dessas regiões como planta medicinal

A planta ganhou esse nome devido ao formato de suas folhas, que parecem ter vários espinhos e por ser considerada um “santo remédio” na linguagem popular. Outros nomes pelos quais ela também é conhecida são: salva vidas, coro-milho-do-campo, espinho de Deus, maiteno, sombra-de-touro, e cancerosa.

Pra que serve:

O chá feito a partir das folhas também pode ser aplicado topicamente em lesões da pele, machucados e câncer de pele.

Na medicina natural da Argentina, também faz-se uso de espinheira santa para quadros de infecções urinárias e respiratórias, diarreia, asma e para induzir a menstruação.

 Recomendada para:

1- Má digestão;
2- Azia e acidez estomacais;
3- Refluxo;
4- Gastrites, inclusive as causadas por Helicobacter pylori;
5- Úlceras gástricas e duodenais;
6- Perturbações do trato gastrointestinal;
7- Enterites (inflamações do intestino);
8- Flatulência;
9- Mau hálito causado por distúrbios estomacais.

O Chá

Três xícaras ao dia.
Para fazer o chá ferva cerca de 30g de folhas picadas em meio litro de água e deixe esfriar.